SOBRE A EMPRESA

Com sua atuação voltada exclusivamente ao mercado de aluguéis, a Imobiliária Razuk prima pela qualidade na prestação de seus serviços, propiciando segurança e transparência aos seus clientes na administração de imóveis residenciais e comerciais em Campo Grande, capital do Estado de Mato Grosso do Sul. 

 

A história da empresa se confunde com o nascimento do Estado, em 1977 sua sócia fundadora Mônica Ouriveis Razuk, advogada, iniciou suas atividades no mercado imobiliário, desenvolvendo administração e gestão de patrimônio de familiares e amigos mais próximos. Vocacionada e dedicada, a informação de seu desempenho logo se espraiou pela cidade e a carteira sob sua responsabilidade foi ficando cada vez maior. Na década seguinte, em meados de 1980, constituiu a pessoa jurídica que leva seu sobrenome e que hoje conta com uma equipe especializada e um corpo eficiente de gestores e funcionários. A empresa é protagonista no mercado de locações de imóveis comerciais e residenciais na capital do Estado, sendo seguramente uma das líderes do mercado.

       

Há mais de quatro décadas, sua solidez financeira somada a uma rígida organização administrativa tem propiciado pontualidade e previsibilidade aos investidores quanto ao recebimento dos aluguéis, bloqueando completamente os riscos da inadimplência por garantir o pagamento independentemente da postura do inquilino conforme contrato de administração. 

 

Detentora de uma vasta carteira, a Imobiliária Razuk viabiliza locações de imóveis de todos os tipos e preços, em todas as regiões da cidade, promovendo sua inserção através de grandes espaços em veículos de comunicação de forte abrangência, além do catálogo próprio na sede da empresa que conta com amplo serviço de telefonia e equipe especializada. 

 

A Imobiliária Razuk também conta com assessoria jurídica interna setorizada em direito imobiliário tanto para a confecção de contratos e garantias locatícias como também para o patrocínio de demandas relacionadas ao contencioso imobiliário, além de promover a cobrança das obrigações acessórias que permeiam a relação locatícia, tais como IPTU e Condomínio.